Caminho Traçado – Uma babá na fazenda By Célia Oliveira Capítulo 17

Caminho Traçado – Uma babá na fazenda By Célia Oliveira Capítulo 17

 

17 

– Como a*sim as coisas pioraram Denise? 

– Ah, foi o seguinte. Dona Liana contou da gravidez para o Oliver, ele ficou tão contente, que até 

desfez o luto. Para comemorar, mandou fazer um festão na vila, chamou banda famosa, e convidou 

a região todinha, foi a festa mais linda que eu já vi, teve um momento que o Oliver subiu no palco 

com o microfone, e comunicou a todos que iria ser pai, não se falava outra coisa na vila, todos 

estavam contentes, pois, depois da morte do senhor Caetano, a gente não ouvia uma noticia alegre 

há muito tempo. 

E pa*saram se os meses, a barriga da Liana só crescia, ainda não sabiam se era menino ou menina, 

mas todos viam que ela não estava tão contente a*sim, até um dia falou para a Bia, que era uma 

funcionária pessoal dela, que estava se sentindo horrivel com o corpo, que o maldito bebê estava 

estragando a beleza dela, e ela usou essas palavras mesmo viu! 

– Meu Deus! Fiquei abismada com a declaração de Denise. 

E a Bia, era um tipo de dama dé companhia, sabe? Era isso, o Oliver contratou ela para fazer 

companhia a Liana, já que a bruxa não tinha amigos e nem se dava bem com ninguém da vila, 

tanto que quando a Liana ficava entediada e o Oliver deixava ela viajar com o Tulio, a Bia sempre ia 

junto. 

Dai o senhor Oliver morrendo de felicidade, porque sabia que iria ser pai, tinha mandado fazer o quarto inteiro do bebê, pois havia descoberto que seria um menino, mas Liana disse para deixar o quarto por conta dela, e que enquanto o bebé não nascesse não era para ninguém entrar lá, nem o 

Oliver. Seria uma surpresa, então mantinha o quarto do bebé fechado, só ela e Bia entravam lá. 

Se você visse o Oliver nessa época, jamais o reconheceria, ele só andava com o sorriso no rosto, ia para a vila brincar com os bebês das mulheres, dizia estar treinando para quando o filho nascesse. Só que aí aconteceu o inesperado! 

– Ah, meu pai, Denise, que não seja o que estou pensando. 

cabeça. 

– 

Minhas teorias rodavam na minha 

Seja lá o que esteja pensando, é bem pior. O patrão era acostumado toda quarta-feira ir na capital resolver coisas da fazenda com o advogado, toda quarta, sempre, sempre! Nunca faltava. Só que ai, numa quarta ele havia saido, todos pensaram que ele já estava na capital, mas ele ainda não tinha ido. Um dos funcionários o chamou, para ir à plantação, ver um problema de duas máquinas que estavam dando defeito, acabou que ele sujou a roupa e teve que voltar para casa para se trocar, ele entrou na casa, mas antes de ir para o quarto, foi na casa do senhor Tulio, que é a dependência onde Saulo mora hoje, elas têm ligação e acesso pela sala principal, ele iria avisar da máquina. Mas quando abriu a porta, viu a cena que ele jamais sonharia em ver na vida. 

Denise parecia estar ficando nervosa, mas continuou 

– Dona Liana pelada, com aquele barrigao, cavalgando em cima do Tulio, naquela hora, eles nem 

notaram a presença do Oliver, e continuaram, o Oliver teve sangue-frio, e esperou perceberem sual 

presença, ai Liana o viu, para desespero dos dois amantes. Ela saiu de cima do Túlio já pedindo 

perdão para o Oliver, dizendo que não era nada do que ele estava pensando. Não sei exatamente o 

que aconteceu a*sim, mas ele pegou o Túlio e o encheu de pancada, e o expulsou da fazenda 

pelado, muita gente viu a humilhação que ele pa*sou. 

– Denise, eu estou em choque! Eu não acreditava no que acabava de ouvir, imagina só como o 

Oliver ficou ao ver toda a cena. 

– O Oliver mandou alguns peões entrarem na casa do Túlio e tirar todas as suas coisas de lá, 

roupas, objetos pessoais, e os móveis, juntou tudo no quintal e fez uma grande fogueira. 

Quem via a cara do Oliver, não o reconhecia de jeito nenhum, ele confiava demais no Túlio, era um 

homem como um pai para ele, jamais desconfiaria dele com a Liana. 

Ai, ele entrou do quarto com Liana, houve uma discussão bem feia lá, mas ele nunca tocou um 

dedo nela, nem tocaria, ele a amava de um jeito que ninguém imaginava, chamou uma equipe de 

um laboratório e mandou fazer o DNA do filho, ainda na barriga mesmo, para saber se a criança era 

dele. 

– Ai Denise, pelo amor de Deus, o Noah é filho dele, não é? – Perguntei já desesperada – Porque 

ele é a cara do Oliver! 

– Ele fez três exames para confirmar, até trocou de laboratório, e todos confirmaram que o Noah 

era filho dele. Ai aconteceu o que ninguém esperava. 

– 

– O qué? Perguntei ansiosa. 

– 

Ele perdoou a Liana, falou que a amava de todo o coração, e que amava mais ainda o filho, e que 

queria dar uma chance para a familia dele. Disse que não ligava se as pessoas iriam comentar ou 

fazer chacota, que a*sumiria todo o preconceito que sofreria, as piadas, calúnias, ele só queria que ela muda*se e que eles tenta*sem de novo, para cuidar do bebê que já estava quase para nascer. 

– 

Meu Deus, que homem em! – Oliver parecia amar ela mesmo, porque eu mesma não teria essa 

coragem, imagina todas as pessoas rindo da minha cara por trás, seria uma coisa insuportável 

para mim. 

-E a*sim pa*sou mais dois meses, a Liana não saía de casa, eles estavam juntos outra vez, mas of 

senhor Oliver mandou as festas pararem, a feirinha da vila não era mais para pessoas de fora 

participarem, ele tipo que fechou o acesso de tudo, e deixou apenas restrito aos funcionários e 

familiares. 

Dai chegou o dia do bebê nascer, ficou aquele alvoroço pela casa inteira, ela estava na capital 

resolvendo algo, porque ele voltou a confiar nela e a deixava sair com a Bia, ai là sentiu as dores, e 

foi para o hospital, Bia ligou para ele, que pegou as coisas todas do bebê, e foi para lá, ele era muito 

papel dele de pai, quando chegou lá, o bebê já havia nascido e Liana sumido do hospital. 

– O qué? 

– 

Isso mesmo, depois que o Tulio foi escorraçado, descobriram que ele havia feito desvios de 

milhões da fazenda para a sua conta pessoal, estava tudo nas mãos do advogado, mas ele fez tão 

bem feito que não conseguiram provar o desvio, ninguém mais havia ouvido falar dele. Só que o 

que ninguém sabia, era que ele e Liana tinham ainda contato, tudo através da Bia. Ele a buscou no 

hospital após parir, e saiu com ela do país. Ela não se importou nenhum minuto com o filho, o 

senhor Oliver recebeu uma mensagem mais tarde dela, dizendo que nunca queria ter aquele filho, 

que nunca o amou de verdade, que só estava com ele por conveniência e que não nasceu para ficar 

entocada no mato a vida toda, que a vida dela era viver entre rodas, viajando pelo mundo. Ela fugiu 

com o Túlio, eles dois estão fazendo o que querem agora, viajando e gastando o dinheiro que 

roubaram, sempre foram amantes, e ela gostava dele, mesmo ele sendo mais velho que ela, fazia o 

que ela gostava, que era sempre viajar e viver uma vida de luxo, coisa que o Oliver parou de fazer 

quando o pai morreu, a*sim… Parou de viajar, mas o luxo continuava, mas para ela, nunca foi o 

suficiente, ela queria viver no mundo, um filho atrapalharia tudo, ela nunca teve amor ao bebè, 

nunca comprou sequer um alfineté para o Noah, esse menino era esperado por ele, mais-que-tudo 

nesta vida, agora ela, só vivia reclamando do corpo, das mudanças que seriam na vida dela após o 

nascimento dele, que ela não iria deixar de ter seu sono ou vida, para limpar bunda de criança, até 

o quarto que ela havia dito estar preparando para o Noah, nunca existiu 

– Meu Deus, Denise que absurdo, como se ela realmente fosse fazer isso quando o Noah nascesse, 

porque tenho certeza que o Oliver a ajudaria, e contrataria uma babá para auxiliar. 

– Pois é, mas ela simplesmente só pensou nela, fugiu deixando o menino no hospital, o senhor Oliver ficou destruido, pensa, ele tinha um coração maravilhoso, mesmo vendo a traição a perdoou, a amava muito. Ai depois da noticia e mensagem que recebeu, ele ligou para a fazenda e mandou todos os funcionários que trabalhavam na casa embora, disse que não volta*sem enquanto não desse a ordem, que queria ficar sozinho 3 

Ele levou o menino para casa, aí contratou você, para cuidar dele. 

– Foi por isso que quando cheguei, o Noah estava chorando com fome, e não havia ninguém lá para cuidar dele, o Oliver estava feito louco, andando de um lado para o outro, viu a situação do 

menino, mas não fez nada. 10 

Olha Aurora, vou te falar mais uma coisa, mas espero que morra aqui mesmo, foi o Saulo que me disse, e ele me mataria se descobrisse que eu te falei algo que ele me confiou. 12 

Today’s Bonus Offer 

GET IT NOW

Caminho Traçado – Uma babá na fazenda By Célia Oliveira

Caminho Traçado – Uma babá na fazenda By Célia Oliveira

Score 9.9
Status: Ongoing Type: Author: Artist: Released: 10/5/2023 Native Language: Portuguese
Caminho Traçado - Uma babá na fazenda By Célia Oliveira" Novel is a subgenre of romance fiction that features a romantic relationship between the main characters, Célia Oliveira one of whom is a chief executive officer (Célia Oliveira) or high-ranking corporate executive. Read More Ex-wife’s Disguised Identity by Josie Atkins Novel

Read Online Caminho Traçado - Uma babá na fazenda By Célia Oliveira

Aurora era uma garota cheia de sonhos, que começaram a ser destruídos após a morte de seu pai.Tudo que ela queria era dar uma vida melhor para a mãe, mas tudo mudou, quando sua mãe conhece um homem e se casa novamente, se transformando praticamente em outra mulher, Aurora que era filha amada, ficou detestada pela mãe, que tinha ciúmes do marido com a filha, as coisas só pioram quando ela tem que fugir de casa para não ser violentada pelo padrasto, e na procura por um lugar para morar, acaba encontrando um homem misterioso numa ponte...

Caminho Traçado - Uma babá na fazenda By Célia Oliveira

Some Important Questions Related to the Story

  1. What time did Aurora's mother arrive home, and why was she upset?
    • Aurora's mother arrived home after six o'clock, and she was upset, possibly due to something Sandro had done or said.
  2. How does Aurora contribute to her household?
    • Aurora takes care of her younger sister, Alice, so her mother and her boyfriend, Sandro, can work outside the home. She also makes hair bows to earn some money.
  3. Why does Aurora hide her earnings from making hair bows?
    • Aurora hides her earnings because she plans to use the money to leave home when she turns eighteen and doesn't want her family to take it from her.
  4. Why hasn't Aurora been able to pursue her dream of attending college?
    • Aurora's mother didn't allow her to attend college because she believes Aurora should take care of Alice instead of pursuing higher education.
  5. What is the nature of Aurora's relationship with her friend Isadora?
    • Aurora and Isadora are best friends who met in elementary school. They had plans to attend college together, but Isadora is now leaving for another state to study medicine.
  6. What is Aurora's ultimate goal when she turns eighteen?
    • Aurora's goal when she turns eighteen is to leave her current home and start a new life in a different city, far away from her family's toxic environment.
  7. Why does Aurora's mother's attitude toward her change after she started dating Sandro?
    • Aurora's mother's attitude changed because she became infatuated with Sandro and allowed her jealousy and possessiveness to affect her relationship with Aurora.
  8. How does Aurora plan to support herself when she leaves home?
    • Aurora plans to support herself by finding a job, renting a small apartment, and eventually pursuing a college education to achieve her dreams.
  9. What does Aurora think about her two months left in her current situation?
    • Aurora sees these two months as a short period in comparison to the difficult years she has endured and is determined to leave her current situation behind.
  10. Why does Aurora want to move to a distant city?
    • Aurora wants to move to a distant city because she believes that anywhere else would be better than her current situation at home, and she is determined to start fresh and pursue her dreams away from her family's toxic environment.

Conclusion

Aurora's story is one of resilience and determination in the face of a challenging family situation. Despite her difficult circumstances, she is determined to break free, pursue her dreams, and build a better life for herself. Her unwavering spirit serves as a testament to the power of hope and ambition.  

Caminho Traçado - Uma babá na fazenda By Célia Oliveira

Comment

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Options

not work with dark mode
Reset